Skip links

O Sistema de Gestão Tecnológica implantado pela EngeClinic atende, não só à RDC No 02, da ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que dispõe sobre o Gerenciamento de Equipamentos de Saúde, como aos requisitos das principais organizações acreditadoras como ONA – Organização Nacional de AcreditaçãoAABB – American Association of Blood Banks e JACHO – Joint Comission on Acreditation of Healthcare Organizations.

Nosso modelo de sucesso pode ser comprovado através do Instituto Estadual de Hematologia e Hemoterapia Arthur de Siqueira Cavalcante – HEMORIO, que conta com os nossos serviços desde 2001 e possui todas as acreditações acima mencionadas.

Vivenciamos um período onde a tecnologia avança de forma rápida e contínua, sobretudo na área de saúde. Tais avanços fazem com que mais equipamentos biomédicos sejam incorporados ao parque dos Estabelecimentos Assistenciais de Saúde a cada dia, demandando a realização de investimentos elevados e constantes.

Vantagens:

• Controle efetivo do parque tecnológico
• Aumento da disponibilidade
• Garantia de segurança aos pacientes e profissionais de saúde
• Otimização os recursos disponíveis
• Atendimento às normas da ANVISA/INMETRO/CREA

Atendemos às exigências da RDC nº 02/2010, da ANVISA.

Atualmente não basta nos certificarmos de que os equipamentos biomédicos estejam funcionando, mas sim funcionando de acordo com as recomendações dos fabricantes e das normas técnicas vigentes.

• Calibração disponível para todos os tipos de EMH: Ventiladores Pulmonares, Desfibriladores, Cardioversores, Marcapassos, Unidades de Anestesia, Eletrocardiógrafos, Monitores Multiparâmetros, Bisturis Elétricos, Dispositivos de Infusão, Termômetros, Esfigmomanômetros, Balanças e outros;
• Utilização de Padrões rastreáveis ao INMETRO;
• Adoção da ISO IEC 17.025;
• Qualificação de Freezers, Refrigeradores, Câmaras de Conservação, Estufas e Autoclaves, além e Mapeamento Térmico.

A gestão da infraestrutura hospitalar abrange diversas áreas de suma importância, que passam a ser encaradas como prioritárias, mudando o comportamento de reativo para proativo, visando à melhoria dos serviços.

As áreas normalmente abrangidas são: Subestações e Grupos Geradores de Energia, Sistemas de Refrigeração, Sistemas de Gases Medicinais, Caldeiras, Lavanderia e outros.

Resultados:

• Melhoria na segurança
• Melhoria no conforto
• Garantia da qualidade do ar
• Otimização de investimentos
• Economia
• Definição de acordos de níveis de serviços e padrões de desempenho
• Análise de indicadores

Projetar um ambiente que possibilite a prestação de vários tipos distintos de serviços, de forma simultânea e ininterrupta, adaptado às necessidades de gestores, funcionários, enfermeiros, médicos, cirurgiões e usuários, atendendo a diversas normas, regulamentando e recomendações. Esse é o desafio de se projetar ambientes voltados à saúde.

• Elaboração de plano diretor de obras
• Projetos Básicos e Executivos (arquitetura e complementares)
• Atendimento às RDCs 50 e 307 da ANVISA/MS
• Gerenciamento de projetos e obras
• Assessoria junto às VISAS

Para que os Ativos – equipamentos, edifícios e instalações – ofereçam segurança, confiança e as melhores condições operacionais, a EngeClinic utiliza os mais novos conceitos na área de Gestão de Manutenção ou Gestão de Ativos.

Englobando todas as fases do ciclo de vida de um ativo, temos como objetivo básico a implementação de planos estratégicos, cuidados operacionais, manutenções corretivas, preventivas e preditivas e outras ferramentas, cujo foco primordial é o aumento da confiabilidade.

Com base na experiência acumulada por seus fundadores e colaboradores ao longo de vários anos de atuação na área, a EngeClinic resolveu disponibilizar para o mercado seu Sistema Informatizado de Gestão de Ativos, o E-DEE.

O E-DEE é um sistema informatizado de Gestão de Ativos, direcionado para área e saúde e desenvolvido por profissionais que atuam diretamente no mercado. Seu funcionamento é simples e amigável, utilizando uma plataforma 100% Web, possibilitando o acesso a partir de qualquer dispositivo que possua um navegador e conexão à internet.

Para mais informações, visite www.e-dee.com.br

O processo de Incorporação Tecnológica ou aquisição de equipamentos constitui-se na fase mais importante do ciclo de vida de um equipamento, demandando a realização de etapas em que o conhecimento técnico e mercadológico torna-se crucial. A visão da Engenharia Clínica, assessorando a administração hospitalar nos processos de Incorporação Tecnológica promove uma perfeita adequação entre a necessidade médica e o custo de cada solução.

Engeclinic possui em seu currículo a realização de várias consultorias na área de Incorporação Tecnológica, todas abrangendo diversas etapas como:

• Análise do projeto arquitetônico visando assegurar o atendimento às normas técnicas vigentes da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas);
• Definição e quantificação de necessidades;
• Realização de estudo mercadológico visando o levantamento das tecnologias disponíveis;
• Elaboração de Planilhas Estimativas de Custo;
• Elaboração de Especificações Técnicas visando à realização de processos licitatórios ou de cotação de preços;
• Análises de propostas e emissão de pareceres técnicos;
• Recebimento e aceitação de equipamentos;
• Acompanhamento e realização de treinamentos operacionais e de segurança.

Tenha em mente que uma aquisição mal planejada e mal feita trará consequências, na maioria das vezes, danosas à Instituição.