Notícias

Hospitalar 2017 - Venha nos visitar

A exemplo de anos anteriores a EngeClinic, mais uma vez, estará participando da Feira Hospitalar 2017, que acontecerá em São Paulo, no período de 16 a 19 de Maio, no Expo Center Norte.

Teremos o maior prazer em recebê-los no estande 172, localizado no setor verde, rua 12.

Contamos com sua presença!

 

Venha nos visitar

Cãibras musculares: como evitar e aliviar

Dolorosas e extremamente desconfortáveis, as cãibras são por definição, a contração involuntária de um músculo esquelético que tem sua ação de contrair e relaxar realizada através de estímulos nervosos comandados pela vontade, ou seja, de maneira voluntária.

Na atividade física (esportiva ou não) aparece como sintoma da fadiga, de esforços que já esgotaram nutrientes, enzimas, eletrólitos, água entre outros, prejudicando o comando responsável pela ação de músculos durante a cadeia de movimento requerida para o gesto esportivo realizado naquele instante.
Algumas doenças crônicas e algumas medicações de uso contínuo podem ter a cãibra como efeito secundário. Claro que são as mesmas da atividade física, mas completamente diferentes na sua casa primária.
Evitar a cãibra não é tarefa muito simples, pois seu aparecimento é multifatorial e aqui vão algumas poucas recomendações.

 

Como evitar cãibras musculares:
• Mantenha-se hidratado constantemente: essa recomendação - reposição hídrica vale para o dia a dia e não só para aquele em que a atividade ocorre ou mesmo durante sua execução. Evite dias e horários de calor mais intenso. O controle da temperatura corporal nessas ocasiões fará com que se perca mais água e eletrólitos do que nos dias frescos. Note que muitos maratonistas usam a água para resfriar o corpo, às vezes, pois consideram-se bem hidratados e sabem da importância do controle da temperatura corporal;
• Evite o frio intenso: a contração muscular faz parte do aquecimento para manter a temperatura corporal. Estímulos nervosos contínuos para a produção de calor podem resultar em cãibra;
• Faça provas e competições do tamanho do seu preparo físico. Lembre-se que a fadiga é o gatilho para as cãibras. Saber seu limite é fundamental para que ela não ocorra;
• Tenha uma boa noite de sono na véspera das competições e de esforços intensos. Evite o consumo de álcool, pois ele é causador de desidratação aguda, tudo o que você não vai querer para o dia seguinte.

Bem, mas, e se apesar de todos os cuidados, a cãibra ocorrer? O que fazer? Hmm, muito cuidado nessa hora. Como comentei, a cãibra deixa o músculo em um estado prolongado de contratação e para "desfazer", deve-se alongá-lo. Simples, não é? Não!

 

Recomendações básicas para aliviar as dores:
• Se você for o sofredor, tente se concentrar e "comandar" novamente o músculo para relaxar e desfazer a contração. Imaginar o movimento contrário ao que ele tenta fazer pode ser a saída. Ele deverá relaxar para permitir esse gesto necessário para o movimento proposto;
• Não funcionou voluntariamente, ativamente, peça para alguém fazer esse movimento por você. Mas cuidado - deve ser realizado de maneira extremamente gentil, pois é movimento antagônico ao comando de contração. Lembre-se que o músculo não alonga (contrai e relaxa) e se a força for excessiva a cãibra torna-se uma ruptura muscular, afastando-o por mais tempo da atividade física.

 

É, finalmente, não existe remédio para a cãibra nos esportes, exceto seguir as regras gerais de um bom condicionamento e uma vida saudável. Respeite seus limites e seja feliz!

 

FONTE: http://www.minhavida.com.br/saude/materias/30806-caibras-musculares-como-evitar-e-aliviar

Abril Verde

O dia 7 de Abril é o Dia Mundial da Saúde e o dia 28 de Abril é o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes do Trabalho. Portanto, ações desencadeadas em todo o Brasil para promover a Campanha, foi escolhido o mês de abril para ser o mês da prevenção de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho.

Durante todo o mês de abril, em João Pessoa e cidades do interior do Estado da Paraíba, o Movimento Abril Verde promoverá encontros, palestras, seminários, debates, mobilizações sociais, sinalizações com o símbolo do laço verde e iluminação esverdeada de edificações públicas ou privadas em referência à segurança e à saúde do trabalhador. A programação terá repercussão na mídia e deverá chamar atenção para a realidade dos acidentes e doenças no Brasil.

O Movimento Abril Verde luta para marcar o mês de abril com a cor da segurança no calendário nacional, dando-lhes mais visibilidade e manifestações de apoio à causa.
O conceito do Abril Verde, por ter um mês inteiro dedicado à conscientização para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho, na intenção de concentrar anualmente nesse período, traz uma série de atividades disseminadores da cultura de prevenção.

 

Resultado de imagem para abril verde

  

 

FONTE:  https://www.trt13.jus.br/informe-se/noticias/2016/03/a-campanha-porque-abril-verde

Café pode combater inflamações e ajudar a viver mais

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, descobriu que a cafeína age contra a inflamação crônica relacionada ao envelhecimento, ajudando o corpo a combater doenças ao longo dos anos.

Inicialmente, os cientistas analisaram amostras de sangue de 100 pessoas, entre jovens e idosos, para ver quais genes eram especialmente ativos em pessoas mais velhas. Eles encontraram trechos do DNA responsáveis pela produção de uma proteína inflamatória, a IL-1 beta. Além disso, notaram que quanto mais anos de vida o indivíduo possui, mais os "genes inflamatórios" trabalhavam.

"A maioria das doenças consideradas como do 'envelhecimento' são, na verdade, doenças inflamatórias", explicou o líder do estudo David Furman para revista Nature Medicine.

Os pesquisadores constaram que idosos com baixo processo inflamatório curiosamente consumiam café com regularidade, concluindo que a cafeína e outros componentes da bebida inibem o circuito inflamatório.

O objetivo do estudo não é provocar o desaparecimento de cada vestígio de inflamação, isso porque a inflamação tem extrema importância no funcionamento do sistema imunológico. Contudo, a descoberta pode ajudar situações onde o processo está irregular.

"Nossas descobertas mostram que um processo inflamatório associado ao envelhecimento é desencadeado por fenômenos que nós podemos combater", relatou o pesquisador Mark Davis.

Os autores do estudo irão trabalhar em um projeto complementar que analisará amostras maiores, com até 1000 pessoas. Eles planejam usar essas informações para desenvolver um intervalo de referência dos componentes do sistema imunológico, podendo dizer as pessoas se elas apresentam maior risco de desenvolver doenças crônicas impulsionadas pela inflamação.

 

FONTE: http://www.minhavida.com.br/saude/noticias/27329-cafe-pode-combater-inflamacoes-e-ajudar-a-viver-mais

Notícias e Eventos

Notícias antigas

Trabalhe Conosco

rhengeclinic.com

E-mails: engeclinic@engeclinic.com / comercial@engeclinic.com • Tel.: +55 (21) 3490-2666 / (21) 3896-6363 / (21) 2512-6552 • Engeclinic Serviços LTDA. Todos os direitos reservados.